Quando menino e morava no interior de Minas gerais, meu avô era proprietário de uma fazenda que tinha uma serraria, marcenaria e um moinho. Todas as máquinas desta fazenda eram movidas pela força do Ribeirão Mombaça que corta a cidade de Dionísio.

 

Já se sabe que riachos, rios e lagos têm limites de tolerância máxima para absorver substâncias tóxicas, visto que funcionam como órgãos vivos de um ambiente. Só até certos limites de contaminação conseguem se auto regenerar.