O alecrim é um arbusto aromático da família das Labíadas, como a sálvia, o manjericão e o tomilho. Também é chamado de alecrim-de-horta, rosmarinho ou alecrim-de-cheiro.

Com o nome de cará, originário da língua tupi-guarani, cultivam-se no Brasil diferentes plantas da família das Dioscoreáceas.

Também conhecida por gobô, orelha-de-gigante ou erva-dos-tinhosos, é uma planta aromática que pertence à família das Compostas, como a alface, a chicória, a catalonha e a alcachofra. Mede de 50 centímetros a um metro de altura, com abundância de ramos.

O capim-limão é conhecido popularmente por capim-cidreira, erva-cidreira, capim-cidrão ou falsa erva-cidreira.Também se cultiva uma outra planta de nome erva-cidreira ou melissa(Melissa officinalis), mas só o seu nome é igual, pois essa tem as suas folhas

A camomila, camomila-dos-alemães ou matricária é uma erva aromática e medicinal. Pertence à família das compostas, da qual participam, entre outras, a losna, a alface, a chicória, a alcachofra e o girassol.

O brócolis, brócolo ou couve-brócolo é uma hortaliça anual nativa das costas do Mar Mediterrâneo. Seu nome vem do italiano, onde “brocco” quer dizer broto, numa alusão à parte mais apreciada da planta, seus botões de flor.

A beterraba tem sua origem nas costas do Mediterrâneo e Oeste da Ásia. Na Roma antiga, suas folhas e raízes eram consumidas. A extração industrial do açúcar da beterraba começou na Europa em 1804, por causa do bloqueio continental decretado por Napoleão.

Também conhecido como salsão ou ápio, o aipo é da família das Umbelíferas, a mesma da cenoura, mandioquinha, salsa e funcho, entre outras. É originário da região do Mediterrâneo. Romanos e gregos antigos o associavam a seus mitos e festas.

O agrião, agrião-d’água ou agrião de rio é a única hortaliça produzida no Brasil que vive em riachos e terras alagadas, mas também pode ser cultivada em canteiros. É uma planta semiperene de crescimento vigoroso.

Subcategorias

Página 3 de 4